Thanksgiving Around the World

Tradições de celebração de Ação de Graças pelo mundo

Artigo

Países no mundo todo realizam e celebram seus próprios dias de ação de graças. Embora as origens, os significados e os costumes comemorativos desses feriados sejam diferentes do Dia de Ação de Graças americano, todos eles se concentram em expressar gratidão. 

A Ação de Graças, que acontece anualmente na quarta quinta-feira de novembro, é um dos maiores feriados nacionais dos Estados Unidos e inaugura a temporada de festividades de fim de ano. A Ação de Graças tem suas raízes  os antigos festivais de colheita, mas conseguiu seu verdadeiro começo no continente americano com os peregrinos, os primeiros colonos protestantes que partiram da Inglaterra em busca de liberdade religiosa em um novo mundo.

Eles comemoraram sua primeira colheita bem-sucedida em 1621 em Plymouth, Massachusetts - o local de seu assentamento - com uma festa de três dias que contou também com a participação dos nativos americanos locais. A noção dos dias de ação de graças nos EUA continuou a evoluir como a própria nação, e em 1863, o presidente Abraham Lincoln designou-a como feriado nacional. Ela ainda é comemorada com festas e encontros de amigos e familiares.

A celebração americana influenciou as tradições ação de graças em muitos outros países.

Brazil Beach

Brasil

Chamado de Dia de Ação de Graças, a abordagem brasileira do Dia de Ação de Graças é como a americana - devido às suas origens históricas. O presidente brasileiro Gaspar Dutra estabeleceu o feriado no final dos anos 1940 ao ouvir o embaixador brasileiro nos Estados Unidos falar sobre a versão americana. No início, a versão brasileira do Dia de Ação de Graças era quase idêntica, chegando ao ponto de acontecer na mesma data - a quarta quinta-feira de novembro. Mas, com o tempo, os brasileiros infundiram sua celebração com as próprias tradições culturais ricas; a ação de graças americana e brasileira agora são bem diferentes uma da outra.

O feriado brasileiro é de natureza religiosa - uma parte essencial da celebração é assistir ao culto e oferecer graças a Deus pela fartura da colheita. A geração mais jovem se diverte em um carnaval de Ação de Graças ou se dirige para as lindas praias brasileiras para aproveitar o sol e o calor. A refeição brasileira de ação de graças é centrada em torno do peru (peru assado) com acompanhamentos como torresmo, saladas, batata doce, recheio de pão de milho e torta de abóbora. Os brasileiros servem molho de jabuticaba em vez de molho de cranberry, uma vez que não cultivam cranberries.

Pumpkin Pie

Canadá

O primeiro Dia de Ação de Graças canadense foi celebrado em 1578 na atual Nunavut para dar graças pela passagem segura da frota do explorador inglês Martin Frobisher em sua expedição. Cidadãos francófonos chamam o Dia de Ação de Graças canadense de l'Action de grâce. Em 1879, o Parlamento estabeleceu o Dia Nacional de Ação de Graças em 6 de novembro, mas essa data mudou ao longo dos anos. Desde 31 de janeiro de 1957, quando o Parlamento Canadense anunciou que o Dia de Ação de Graças seria um dia de agradecimento geral a Deus todo-poderoso pela abundante colheita com a qual o Canadá foi abençoado, a nação celebrou o feriado na segunda segunda-feira de outubro. No entanto, família e amigos se reúnem para a refeição do Dia de Ação de Graças em qualquer um dos três dias do fim de semana do feriado.

Assim como nos EUA, a refeição do Dia de Ação de Graças do Canadá normalmente apresenta um peru complementado por molho, recheio, legumes de outono e sobremesas. E os desfiles também são celebrações tradicionais.

China

Por volta dos 15º dia do oitavo mês do calendário lunar, os chineses celebram o seu Festival do Meio Outono. Este evento geralmente cai no final de setembro ou início de outubro, quando a lua aparece cheia e brilhante. Assim como o feriado norte-americano de Ação de Graças, o festival chinês originou-se como um dia para expressar gratidão pela mudança da estação e para celebrar a colheita de outono. No entanto, o feriado chinês é muito mais antigo que a Ação de Graças americana. Suas raízes remontam a mais de 2.500 anos.

A refeição culmina em uma sobremesa chinesa favorita chamada "bolo da lua", um confeito assado recheado com sementes de gergelim, sementes de lótus moídas e ovos de pato.

Alemanha

Este país tem um festival anual da colheita chamado “Erntedankfest”, que dá graças por um bom ano e boa sorte, e geralmente é realizado no primeiro domingo de outubro e encenado por igrejas protestantes e católicas. As celebrações não envolvem tanto as reuniões familiares - são mais voltadas às festividades públicas, como desfiles, fogos de artifício, música e dança. Os banquetes da colheita incluem galinhas e gansos.

Grã-Bretanha

A Grã-Bretanha comemora o Dia da Colheita e costuma destacar o dia trazendo produtos não perecíveis para uma igreja local e inserindo legumes de outono em competições.

Granada

Por ordem do presidente Ronald Reagan, que estava preocupado com a agitação política de Granada após a morte do então primeiro-ministro Maurice Bishop e alguns de seus associados, as forças americanas e caribenhas chegaram juntas à nação insular em 25 de outubro de 1983 com a intenção de restaurar a estabilidade. Granadinos agradecidos prepararam banquetes de Ação de Graças para as tropas americanas em todo o país e desde então, 25 de outubro foi nomeado o Dia de Ação de Graças na ilha - um feriado nacional de gratidão e lembrança que comemora o aniversário da invasão de 1983, celebrada principalmente nas áreas urbanas de Granada. Cerimônias formais marcam o significado do dia.

Japão

Todo 23 de novembro, o Japão celebra um feriado nacional chamado “Kinrō Kansha no Hi”, derivado de antigos rituais do festival da colheita - Niinamesai. O feriado moderno é mais uma celebração do trabalho árduo e da participação da comunidade do que a fartura da colheita. A tradução literal do nome do feriado - Dia de Ação de Graças ao Trabalho - está de acordo com a natureza da celebração. As raízes da colheita remontam a milhares de anos, mas o feriado oficial foi criado em 1948. As principais celebrações são as festividades patrocinadas por organizações trabalhistas e as atividades artesanais infantis, incluindo a criação de presentes para os policiais locais.

Fruit Basket

Libéria

Fundada no final do século XIX por escravos libertos dos Estados Unidos, o país da Libéria na África Ocidental compartilha algumas de suas tradições - incluindo uma versão da Ação de Graças americana realizada na primeira quinta-feira de novembro. Liberianos cristãos celebram com uma versão da cornucópia; trazendo cestos cheios de frutas locais como abacaxis, bananas, mangas e mamões para suas igrejas e realizando um leilão das frutas após o culto. Concertos, danças e banquetes familiares à base de frango e purê de mandioca seguem as atividades da igreja.

Enchilada

México

Devido aos inúmeros que retornaram à sua terra natal depois de passar um tempo nos Estados Unidos e dos cerca de 1 milhão de residentes americanos que emigraram dos Estados Unidos para o México, a Ação de Graças está se tornando cada vez mais popular por lá. A celebração mexicana do Día de Acción de Gracias reflete uma variedade de tradições nativas.

Como a Ação de Graças ocorre poucos dias após o Dia da Revolução, que é comemorado com comida, desfiles e fogos de artifício, a atmosfera festiva é normalmente levada à Ação de Graças. Mas também é um feriado religioso, um momento para expressar gratidão pelas bênçãos do ano. Em geral, cada convidado na refeição de Ação de Graças faz uma oração de agradecimento.

A refeição mexicana de Ação de Graças pode incluir peru com molho verde de guacamole ou pimentas chipotle picantes. Enchiladas de peru e porco assado marinado também são pratos principais comuns. Os acompanhamentos incluem sopa de abóbora com chouriço, abóbora cristalizada e molho de cranberry ou kumquat com pimentas e coentro.

Holanda

Cerca de 40% dos adultos britânicos conhecidos como peregrinos que navegaram da Inglaterra para a América no Mayflower vieram para Plymouth, Inglaterra, da cidade de Leiden, na Holanda, onde viveram e trabalharam de 1609 a 1620. Atualmente, os cidadãos de Leiden celebram a perseverança e a boa sorte dos primeiros colonos americanos que viviam na cidade holandesa com um culto não confessional realizado na igreja de 900 anos de Pieterskerk na quarta quinta-feira de novembro. A missa é seguida por biscoitos e café.

Ilha Northfolk

Esta ex-colônia penal britânica localizada no Pacífico Sul, na costa leste da Austrália, celebra a Ação de Graças na última quarta-feira de novembro. A tradição tem suas raízes em meados da década de 1890, quando o comerciante americano Isaac Robinson criou uma maneira de atrair os baleeiros dos EUA para uma missa e celebração de Ação de Graças, decorando a All Saints Church (Igreja de Todos os Santos) na capital, Kingston, com folhas de palmeira e limões. Ele provocou um costume contínuo, embora tenha morrido antes que pudesse ver o evento acontecer uma segunda vez.

Para celebrar esses dias, as famílias levam frutas e vegetais para a igreja, amarram pés de milho nos bancos, decoram o altar e a pia batismal com flores, depois vendem a recompensa depois para arrecadar fundos para a conservação da igreja. Durante o culto de Ação de Graças, os paroquianos cantam alguns hinos americanos, geralmente aqueles que possuem um significado especial para os ilhéus. Eles também desfrutam de uma refeição fria de carne de porco e frango, pilihi e torta de abóbora.

Coreia do Sul

Os sul-coreanos celebram um feriado chamado Dia de Chuseok, que é muito parecido com a Ação de Graças americana, mas realizado em meados de setembro. Os coreanos geralmente passam o Dia de Chuseok com seus familiares, expressam gratidão aos seus antepassados e celebram a colheita do outono compartilhando uma refeição repleta com as farturas do outono. As celebrações adicionais incluem cultos memoriais ancestrais, luta livre coreano e danças de círculo coreanas.

Chinese Moon Cake

Vietnã    

Como a China, o Vietnã tem a sua versão de Ação de Graças - o Festival Têt-Trung-Thu - também é conhecido como Festival da Lua de Meados de Outono ou Festival das Crianças, no 15º dia do oitavo mês do calendário lunar. O folclore vietnamita diz que o feriado tinha a intenção de dar aos pais uma oportunidade de fazer as pazes com as crianças que podem ter sido negligenciadas por causa das pesadas responsabilidades de colheita dos adultos. Neste dia, os vietnamitas agradecem, as crianças ostentam lanternas coloridas de diversas de formas desfilando pelas ruas enquanto cantam, os dançarinos executam danças tradicionais de dragões e flores e as famílias se reúnem. Um costume é dar Banh Trung Thu, bolinhos da lua recheados com sementes de lótus, cascas de laranja, grãos moídos e com uma gema vívida no centro para representar a lua.

Muitas comunidades vietnamitas nos EUA realizam Festivais da Lua de Meados de Outono, como Washington, DC e San Jose.